Nossos Curadores

Ano 2

 

Marina Person

 

Filha do cineasta paulistano Sérgio Person e da fotógrafa Regina Jeha, Marina sempre foi fiel às câmeras. Em 2007, dirigiu o documentário “Person”, remontando à vida do pai, figura central do cinema paulista, e levando-a um passo adiante na carreira. Foi apresentadora do “MTV Movie Awards” e de vários outros programas da emissora entre 1995 e 2011. Hoje é sócia-diretora da Mira Filmes, além de conduzir o canal de culinária "Marinando", que conta com mais de 60 mil inscritos no YouTube.

Curadoria da Edição 13
Indicação: "Arte é o que eu e você chamamos arte" – Frederico Morais

Saiba mais

 

 

Tulipa Ruiz

 

Paulista, mas com um pezinho lá em Minas, Tulipa cresceu sob influência da música. Na adolescência, trabalhou em uma loja de discos e, quando mudou-se para São Paulo, foi convidada a fazer parte de diversas bandas. Em sua trajetória: iniciou um projeto solo, ganhou um Grammy Latino e até ilustrou o livro infantil “Carlos viaja”, projeto em conjunto com o cantor pernambucano China.

Curadoria da Edição 14
Indicação: "Jinga de Angola" – Linda M. Heywood

Saiba mais

 

 

Eduardo Bueno

 

O beatnik Eduardo Bueno é jornalista, pesquisador sedento por conhecimento, escritor e conhecido pelo apelido de Peninha. Autor da Coleção Brasilis e dos títulos "Avenida Rio Branco", "Passado a limpo" e "Mamonas Assassinas: Blá, blá, blá - A biografia autorizada", entre outros. Bueno também compartilha semanalmente, em seu canal do YouTube, “Buenas Ideias”, parte de sua pesquisa sobre a história do Brasil, sempre com uma fala despojada e vídeos recheados de referências.

 

Curadoria da Edição 15

Indicação: “As vidas de José Bonifácio” – Mary Del Priore

Saiba mais

 

 

Ricardo Abramovay

 

Na fila dos economistas mais humanos do mundo, Ricardo passou duas vezes. Transitou por todas as matérias que o fariam compreender melhor o ser, começando pela Filosofia e indo até a Ciências Humanas, mas parando para desvendar Letras e Política pelo caminho. Não para menos, seu trabalho como pesquisador da área de economia ambiental e sustentabilidade fazem dele o alquimista à frente de um pensamento econômico que combina ética, preservação ambiental e sociedade no mais imperioso elixir.

 

Curadoria da Edição 16

Indicação: “Uberização” – Tom Slee

Saiba mais

 

 

 

Laerte Coutinho

 

Em um jogo de adivinhação, não facilitaríamos ao dizer que ela é jornalista, musicista e comunista. Mas, ainda assim, seria tudo verdade! Diva das primeiras vezes, Laerte venceu o 1º Salão de Humor de Piracicaba e recebeu o prêmio de Melhor Roteirista Nacional no1º HQ Mix do Brasil. Mas o maior de todos os seus feitos só veio se concretizar algumas décadas depois, após passar por um processo muito pessoal sobre identidade de gênero, ao fundar a Associação Brasileira de Transgêneros (ABRAT).

 

Curadoria da Edição 17

Indicação: “Devassos no Paraíso” – João Silvério Trevisan

Saiba mais

 

 

Gregório Duvivier

 

Humorista, ator, escritor e roteirista, Duvivier segue à milhão, pela faixa da esquerda. De Zenas Emprovisadas em Zenas Emprovisadas, levou o prêmio de melhor ator em Uma noite de Lua e, sem Percatempos, colecionou elogios de mestres como Millôr Fernandes e Ferreira Gullar. Também, não é para menos: Ligue os pontos e você vai ver que Caviar é uma ova! Ele foi lá, Put some farofa e as Greg News só melhoram com o tempo. E fique ligado, porque A partir de amanhã ele jura que a vida vai ser agora!

 

Curadoria da Edição 18

Indicação: “Utopia para realistas” – Rutger Bregman

Saiba mais

 

 

Daniela Mercury

 

Mãe de Gabriel, Giovana, dezenove CDs e sete DVDs, Daniella ainda fez 23 turnês internacionais, conquistando diversos prêmios e reconhecimento global. É embaixadora do UNICEF para o Brasil, embaixadora do Instituto Ayrton Senna e fundadora do Instituto Sol da Liberdade, que estimula o uso da arte no processo educativo. Em 2013 casou-se com a Malu. Foi quando subiu a ladeira, bateu no peito e tornou-se um grande ícone de representatividade e ativismo do movimento LGBT.

 

Curadoria da Edição 19

Indicação: “E se Obama fosse africano?” – Mia Couto

Saiba mais

 

 

Vladimir Safatle

 

Vladimir Pinheiro Safatle nasceu em 1973, em Santiago do Chile, no momento em que um golpe de Estado destituía o então presidente Salvador Allende, dando lugar à brutal ditadura do general Augusto Pinochet o que levou a família, que atuava pela construção do socialismo naquele país, à Brasília, quando Vladimir era ainda recém-nascido. Este filósofo publicitário é atualmente um dos coordenadores da International Society of Psychoanalysis and Philosophy, do Laboratório de Pesquisa em Teoria Social, Filosofia e Psicanálise, e nas horas vagas compõe trilhas sonoras premiadas para peças de teatro.

 

Curadoria da Edição 20

Indicação: “Categorias do impolítico” – Roberto Esposito

Saiba mais

 

 

Jean Wyllys

 

O baiano Jean Wyllys, natural de Alagoinhas, é o quarto filho da lavadeira dona Inalva e do pintor de carros, seu José. Vivia com sua família numa casa de um único cômodo e sem água encanada. Jornalista, com mestrado em Letras e Linguística, entrou no Big Brother Brasil para fazer uma investigação etnográfica do programa e saiu vitorioso, com seus 50 milhões de votos e o peso de ser o primeiro homossexual assumido a levar o prêmio. Estreou no Congresso em 2011, defendendo os Direitos Humanos, e renunciou 8 anos depois, deixando para trás as ameaças de morte, o assédio e muita saudade.

 

Curadoria da Edição 21

Indicação: “Rosa Luxemburgo: Pensamento e ação” – Paul Frölich

Saiba mais

 

 

Djamila Ribeiro

 

Filósofa, acadêmica, ativista feminista e antirracista, ainda criança Djamilaia com o pai, estivador do porto de Santos e militante antirracista, nas reuniões do Partido Comunista. O pensamento crítico se expandiu com o hábito da leitura e, aos 18 anos, conheceu o trabalho de Carolina Maria de Jesus, Toni Morrison e Sueli Carneiro, fundamentais para sua formação intelectual. Desde então, a filósofa vem se destacando como uma das principais escritoras e agitadoras do debate sobre feminismo negro no Brasil.

 

Curadoria da Edição 22

Indicação: “Teoria feminista” – bell hooks

Saiba mais

 

 

Ailton Krenak

 

O ano é 1987. O homem é Ailton Krenak. Com os dedos embebidos de tinta de jenipapo, ele vai pintando o rosto, enquanto discursa na Assembleia Constituinte sobre os direitos do povo indígena. Aquela seria apenas uma das iniciativas de um militante cuja vida inteira se dedicaria à representatividade e inclusão de seu povo, assim como à preservação do meio ambiente. Hoje, aos 66 anos, esta missão continua sendo a força motriz que move este ambientalista.

 

Curadoria da Edição 23

Indicação: “Direitos da Natureza” – Eduardo Gudynas

Saiba mais

 

 

Lilia Schwarcz


Com mais de 15 obras publicadas no país, a historiadora e antropóloga Lilia é uma grande defensora da pesquisa científica, da educação e de uma sociedade mais igualitária. Vencedora do Prêmio Jabuti de Livro do Ano, em 1999, na categoria não-ficção, e condecorada com a medalha Rui Barbosa, por sua contribuição ao enriquecimento da cultura no Brasil, essa amante dos livros dorme com a ficção, acorda com a não ficção e passa os dias sendo abraçada por eles.

 

Curadoria da Edição 24

Indicação: “Orientalismo” – Edward W. Said