Manifesto

Pa.na.ce.ia (Latim: Panacea)

Filha de Esculápio, neta de Apolo, deusa da cura na mitologia grega. Remédio para todos os males físicos e morais. Aquilo considerado válido para resolver qualquer problema.

A partir de agora, Panaceia tem outro significado. É o clube de quem busca respostas e acredita que o melhor lugar para encontrá-las está nas linhas e entrelinhas, a cada página e capítulo de um bom livro. 

De quem não perdeu a esperança na força das palavras, no compartilhamento de ideias (e não só de likes) e na capacidade humana de encontrar soluções para seus dilemas (ou males).

Este não é só um clube de livros. É uma comunidade aberta às experiências do conhecimento. Uma expedição disposta a explorar os confins do Universo e os desvãos da alma. Uma rede neural pronta para as sinapses que só a leitura é capaz de estimular.

{* betalabs.commerce *}